terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Testemunhas de Jeová são acusadas de discriminação religiosa contra ex-membros, pelo Ministério Público Federal




Ex- Testemunhas de Jeová, manifestação pela liberdade de expressão religiosa

O Ministério Público Federal (MPF) no Ceará entrou com recurso contra a decisão da Justiça Federal que extinguiu, sem julgamento, um processo movido contra as associações que representam as Testemunhas de Jeová no Ceará e no Brasil. A entidade religiosa é acusada de prática de discriminação religiosa e social.

De acordo com a procuradora da República Nilce Cunha Rodrigues, autora da ação, os membros da congregação são incentivados a não se relacionarem com desassociados e dissociados, mesmo que sejam familiares, sob pena de também serem expulso da organização religiosa.

Segundo o site Consultor Jurídico a ação civil pública foi ajuizada contra a “Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados e Associação Bíblica e Cultural de Fortaleza”.

A decisão da Justiça Federal, que está sendo contestada, havia cancelado a ação inicial alegando que a discriminação alegada se trataria de “livre exercício de culto religioso”. Porém, a apelação movida pelo Ministério Público afirma que a decisão fere o direito constitucional dos ex-membros à convivência familiar e social com amigos e conhecidos, ainda que a pessoa tenha deixado de pertencer à dita organização religiosa.

A ação movida pelo MPF, que tramita 8ª Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará, afirma defender “a liberdade de alguém ingressar e se desligar de uma congregação religiosa sem sofrer qualquer punição e tampouco ser satanizado para que os amigos e familiares dele se afastem e o ignorem”.

O processo pede que as entidades ligadas à “Associação Torre de Vigia” se abstenham de expedir e divulgar, no Brasil, orientações ou comunicados doutrinários que digam respeito à forma de tratar com discriminação os desassociados e dissociados, no sentido de fomentar a total exclusão da convivência familiar e com amigos que permanecem congregados.

Fonte: Gospel+

10 comentários:

  1. Luiz Alberto Araújo Bezerra6 de março de 2012 23:46

    Milhares de famílias já foram desfeitas, e amizades rompidas de um dia pra outro, simplesmente por causa da pessoa abandonar ensinos mentirosos e contrários ao da Bíblia Sagrada. Tais pessoas passam a ser evitadas pelos familiares e amigos, que não podem mais nem dizer um simples “oi” caso o encontrem na rua. Essa é uma realidade que acontece diariamente em alguma parte da Terra na congregação das TESTEMUNHAS DE JEOVÁ. Essa é a realidade daqueles que resolvem abandonar a associação com as TESTEMUNHAS DE JEOVÁ. Pais ficam proibidos de falar com filhos e filhos com pais, irmãos com irmãos, avós com netos e netos com avós, e também com os ex-amigos que permanecem na congregação das TESTEMUNHAS DE JEOVÁ. Tudo isso acontece simplesmente porque a pessoa passa discordar de algum ensino falso da organização da TORRE DE VIGIA. Assustador, horripilante, apavorante não é mesmo? Imagine você nessa situação.
    POR ESSE MOTIVO, CUIDADO COM ESSA ORGANIZAÇÃO, A PROXIMA VÍTIMA PODE SER VOCÊ!

    ResponderExcluir
  2. Querido irmão Alberto, faço minhas, as suas palavras, infelizmente esta é uma grande realidade, que ronda esse grupo, oremos para que o SENHOR tire as vendas dos olhos destas pessoas, DEUS abençoe o grandemente!!!

    ResponderExcluir
  3. é verdade minha familia ja foi dessa crença muitos anos , e é verdade o que ta escrito , e alguns anos depois o casamento dos meus pais não estava dando mais serto, sem ao menos viessem converssar com eles ja dessacociaram eles , nós fomos descriminados sim,tanta jente que nós ajudemos dentro da religião ate que estavam passando fome , pra comessar a gente passa pela humilhação de falarem no pubito pra todo mundo ouvir que a gente estava desacociado ,e de um dia para o outro, ninguem poder olhar , visitar , e muito menos falar com vc . até hoje eu penso que quando uma pessoa esta fraca na fé , o que ela mais precisa nesse momento é de apoio e não de julgamento e descrininação ,tenho certesa que se eles tivesse apoiado meus pais eles estariam juntos até hoje . não consigo esqueçer mais isso é muito triste , hoje sou evangelica , e sei que deus é amor , até judas que negou ele 3 veses poi perdoado ,quem são eles pra julgar alguem ? deus abençoe a todos ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, oro para que DEUS continue abençoando vocês poderosamente!!

      Excluir
  4. ninguen bercebeu que quando a pessoa se torna TJ ela sabe que se cometer coisas que a biblia condena ela sera desasocia

    ResponderExcluir
  5. Prezado anônimo, não estamos falando de pessoas, que cometem coisas que a bíblia condena,"PECADO" muito menos de ser desa-socializado, estamos falando de pessoas, que simplesmente por deixarem de ser TJ, e passam a ser descriminalizados socialmente, e quanto ao fato de um irmão, ou socializado cometer um erro ou seja pecado, não seria o caso de ser acolhido, disciplinado orientado e perdoado? Que atire a primeira pedra aquele que não tem pecado, que JEOVÁ o SENHOR nossso DEUS te abençoe!!!!

    ResponderExcluir
  6. as Testemunhas de Jeová nao descriminam ngm !! Quando a pessoa se Batiza ela sabe q se cometer um pecado grave e nao se arrepender ela será sujeita a ser desasociada. Mais se a pessoa se arrepender ela poderá ser readimitida e voltar a ser uma Testemunha de Jeová.
    axo que vcs que estao discriminando-nos !! Nós fazemos oque Jesus ordenou em Mateus 28:14 'Ide Portanto e Fazei Discipulos...'!!
    pensem bem antes d nos julgar !
    que Jeová toque o coraçao d vcs !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a maioria das pessoas q voltam nao é pq se arrependem, mas pq sentem valta da convivencia com as pessoas q ela ama, e o unico jeito é voltar a ser tj

      Excluir
  7. é verdade, acho que estão divulgando coisas erradas pq eu faço estudo e não é dessa forma q vcs estão falando aí, o negócio é bem diferente. A pessoa que batiza já sabe o que é batizo e o que significa. Não é um parque de diversão, que vc brinca de cristão, apronta e depois tá tudo bem, o negócio é sério. Mas de qualquer forma as testemunhas de jeová já vem sofrendo discriminação há muito tempo e não vai ser agora que muitos preconceituosos vão mudar.No salão nos ensinam a sermos mansos, então pra quê discutir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu ja fui estudante, cheguei a ser publicador nao batizado,so q o vc tem q pensar é o seguinte, imagine q vc trabalha em uma empresa vc vez algo errado e foi demitido, creio eu q vc nao vai deixar de falar com seus ex-colegas de trabalho ou o ex-chefe só pq foi demitido

      Excluir

LANÇAMENTO DO MEU LIVRO, EM BREVE

Postagens Recentes