segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Caravana faz viagem missionária à África


Por Willy Rangel
Uma caravana de seis irmãos brasileiros liderada pelo Pr. Fabiano Araújo, Missionário Mobilizador da Junta de Missões Mundiais, fez uma viagem de 25 dias à África, onde visitaram Botsuana, Moçambique e África do Sul. A viagem começou no dia 30 de setembro.
Após a escala em Botsuana, o grupo seguiu para Moçambique, mas antes se encontrou com o presidente da Convenção Batista de Botsuana, Pr. James, que encheu de ânimo os corações dos brasileiros.
Pr. James contou que existem 27 igrejas em Botsuana, mas que 18 delas estão sem pastor, e pediu que os missionários brasileiros olhassem para o leste e o norte do país, onde ainda não há igreja.
Os batistas do Brasil e de Botsuana têm um bom relacionamento, e o Pr. James disse que fará o possível para receber novos obreiros e avançar na plantação de novas igrejas, no treinamento de obreiros e no trabalho social, a principal carência e necessidade do povo de Botsuana no momento.

Em Moçambique, a caravana seguiu para o interior do país, na vila de Chinhacanine, onde permaneceu por 10 dias. Na vila, os brasileiros se encontraram com a Dra. Maria da Conceição Antônio, missionária da JMM, e obreiros da terra que estavam ajudando no Projeto Consolo.
A caravana ficou impressionada com as necessidades físicas e espirituais das pessoas em Chinhacanine, onde as dificuldades de alimentação, sono e banho chamaram a atenção do grupo. O Projeto Consolo atendeu 1.018 pessoas e visitou cerca de 330 crianças e adolescentes em escolas, onde foram instruídos sobre higiene bucal e sexualidade, além de ouvirem o Evangelho.
O grupo foi tão bem recebido em Moçambique que o secretário de Saúde e o médico-chefe do distrito foram conferir pessoalmente o trabalho executado pelos brasileiros, elogiado inclusive pelo prefeito.
“Agradeço à Igreja brasileira porque pensou na comunidade. Penso que a missão está em boas mãos. As portas estão abertas”, disse o prefeito.
A última escala da viagem missionária foi a África do Sul, onde os irmãos brasileiros puderam conhecer a Igreja Batista Portuguesa de Troiville e a Igreja Batista em Germinston.
Além do Pr. Fabiano Araújo, participaram da caravana missionária os pastores Paulo Moncalvo (PIB de Itapevi/SP), Edmilson César Gonçalves (SIB de Marília/SP) e Edvalter Francisco (PIB de Votuporanga/SP) e os irmãos Ronaldo Martins (IB de Quintana/SP), Luciana Moncalvo (PIB de Itapevi/SP) e Ariele Carvalho (IB Boas Novas em Hortolândia/SP).

Depoimentos
"A viagem superou todas as minhas expectativas. A África é uma plantação pronta a ser colhida” (Ronaldo Martins – IB de Quintana/SP)

“Nesses dias pude vivenciar o que Deus pode fazer com aqueles que obedecem ao Seu chamado” (Luciana Moncalvo – PIB de Itapevi-SP)
“Pude ver o agir de Deus desde os preparativos. Volto para casa com a certeza de que posso fazer mais. Nunca me esquecerei desses dias, e a mudança na minha vida deixa isso claro” (Ariele Carvalho – IB Boas Novas em Hortolândia/SP) 




Fonte: http://www.jmm.org.br

SE VOCÊ ESTÁ EM SITUAÇÃO DIFÍCIL, NÃO PERCA A ESPERANÇA




Jesus

SALMO.121:1 - Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? 2 - O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
 
EXISTE MOMENTOS EM NOSSAS VIDAS QUE PARECE ESTAR TUDO PERDIDO, PARECE SER O FIM. O POVO DE ISRAEL ESTAVA EM FRENTE AO MAR VERMELHO E FARAÓ E SEU EXÉRCITO VINHA PARA DESTRUÍ-LOS. PARECIA QUE ERA O FIM. MAS MOISÉS CLAMOU A DEUS E O LIVRAMENTO ACONTECEU, DEUS ABRIU O MAR E ISRAEL PASSOU.
SE VC ESTÁ EM SITUAÇÃO DIFÍCIL, NÃO PERCA A ESPERANÇA, PORQUE DEUS É O NOSSO SOCORRO NAS HORAS DIFÍCIES.
 
SALMO.46:1 - Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
Jesus.



Fonte: orkut do Pr. Manoel Correia.

ERITREIA - Eritreus podem ser deportados de volta para sua terra natal


Trinta e nove refugiados eritreus estão sendo ameaçados com a possibilidade de ser deportados de volta para a Eritreia, após a deportação recente de dois eritreus.
Se eles retornarem ao seu país, enfrentarão maus tratos terríveis nas mãos das autoridades do país. Como castigo por terem fugido ilegalmente do país, podem ser presos por muito tempo.
A ameaça de deportação vem depois que o gabinete do escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) condenou a deportação de mais de 300 refugiados eritreus e requerentes de asilo político no Sudão.
De acordo com a ONG Agenzia Habeshia, mais de 500 refugiados eritreus, incluindo muitas mulheres e crianças, continuam a ser reféns de traficantes de seres humanos no deserto de Sinai.
Lá, eles enfrentam privações, abuso, assédio sexual e tortura, até que seus parentes ou amigos paguem quantias exorbitantes por sua libertação. Quatro refugiados eritreus ficaram conhecidos por ter sido torturados até a morte nos campos-prisão , no mês passado.
Vários refugiados eritreus também estão sendo detidos em delegacias de polícia egípcias e acampamentos militares, pois foram pegos nas fronteiras. Esses refugiados que tentam passar a fronteira são, muitas vezes, alvos de tiros. Muitos dos detidos em centros de detenções estão sofrendo com ferimentos à bala.
O êxodo dos cidadãos da Eritreia tem sido estimado em mil  pessoas por mês, o que destaca a crise de direitos humanos no país.
Helen Berhane
Recentemente a Portas Abertas organizou um evento com a presença de uma cristã perseguida da Eritreia, Helen Berhane. Helen escreveu um livro falando sobre suas experiências dentro da prisão, chegando a relatar que ficou presa em um contêiner durante dois anos.

Por favor, ore pela Eritreia:
• Ore para que a crise dos direitos humanos no país chegue ao fim.
• Ore pelos cristãos que foram presos por anunciar as boas novas. Ore para que Deus possa dar coragem e sabedoria para enfrentarem um momento tão difícil.
FonteChristian Solidarity Worldwide
TraduçãoLucas Gregório

pastora Marli no programa Mulheres Virtuosas!!!



Bom dia queridos, para quem está em Cabo Frio, hoje as 15:00hs. a pastora Marli estará ao vivo no programa    
Mulheres Virtuosas, canal 10 em nossa cidade, oremos, para que DEUS use grandemente a pastora!!! portanto, ás 15:00 hs, temos um encontro marcado, programa Mulheres Virtuosas no canal 10, não esqueça, vale a pena conferir, com certeza DEUS estará abençoando grandemente a sua vida!!!!


Adriano Montes.

domingo, 30 de outubro de 2011

CGADB e CPAD promovem 2º Congresso Internacional de Missões






No dias 16 e 17 de novembro, a CGADB e a CPAD promovem o 2º Congresso Internacional de Missões das Assembleias de Deus (2º CIMAD). O evento será realizado na sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Belenzinho (São Paulo), presidida pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa.

Com o tema “O clamor do mundo e a realidade missionária”, o evento promete impactar a todos os participantes e inspirá-los a fazer missões: orando, contribuindo e partindo para o campo missionário.

A divisa da segunda edição do CIMAD é: “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.” (Romanos 10.14-15)

Na programação, os preletores internacionais e nacionais abordarão os temas: como fazer missões na realidade brasileira, a importância do preparo para o futuro missionário, visão missionária das Assembleias de Deus dos Estados Unidos, a realidade dos missionários brasileiros no exterior, o segredo da visão missionária bem sucedida, a realidade missionária na Ásia, situação da América Latina, estratégias para alcançar povos não alcançados, literatura como estratégia para obra missionária, cuidado integral da igreja ao missionário, a responsabilidade missionária da Assembleia de Deus no pós-centenário, entre outras temáticas essenciais para quem quer se preparar para cumprir a Grande Comissão.

2º CIMAD: Ore, divulgue, participe e... Ide!

Serviço:
2º Congresso Internacional de Missões das Assembleias de Deus
Data: 16 e 17 de novembro de 2011
Horário: 8h30 às 21h
Local: Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Belenzinho
Endereço: Rua Conselheiro Cotegipe 273 – Belenzinho. São Paulo - SP

Mais informações pelos telefones (21) 2406-7400 ou (21) 2406-7352.

Fonte: http://www.cpadnews.com.br

Sobre o Aborto!!

O Melhor Ginecologista!


Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz:
- Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério...

Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente.

Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande
entre um e outro... O médico então perguntou: Muito bem. O que a senhora
quer que eu faça? A mulher respondeu:
Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda. O médico
então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para
a mulher: acho que tenho um método melhor para solucionar o problema.,
E é menos perigoso para a senhora. A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido.,

Ele então completou: Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços. Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá nenhum risco...

A mulher apavorou-se e disse:
Não doutor! Que horror! Matar um criança é um crime. Também acho minha
senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que por um momento pensei
em ajudá-la. O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a
sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há menor diferença entre
matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno.


O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!!!


sábado, 29 de outubro de 2011

Mianmar - Unidade militar prende cristãos no país


 Uma unidade militar do governo agrediu cinco homens cristãos, prendendo-os em seguida
A perseguição em Mianmar continua crescendo em grande escala. Recentemente, uma unidade militar do governo agrediu cinco homens cristãos, prendendo-os em seguida, incluindo um membro da Associação Católica.
O Pastor Jan Ma Aung Li e os outros que foram presos eram da vila Nam Yang San, do distrito de Bhamo, no estado de Kachim, localizado a 15 quilômetros da sede da Organização de Independência Kachim.
A vila onde eles foram presos é a sede de um movimento contrário ao governo, de modo que os soldados do governo os acusaram de ser milicianos. Os soldados os interrogaram para que falassem onde estavam escondidas as armas das milícias. Como eles não sabiam responder às perguntas, os soldados os agrediram com coronhadas.
Após muito tempo de interrogatório, os soldados amarraram as mãos dos homens com arame e os levaram para um longo percurso. Depois de várias horas, eles decidiram desatar os arames para que eles pudessem carregar suas próprias mochilas.
Quando o pastor Li e os outros chegaram perto de um mosteiro, um tiroteio começou entre tropas separatistas e as do governo. Depois que o tiroteio acabou, os cinco homens foram libertados, mas tiveram que voltar para suas casas por um caminho na floresta.
Quando Li e os outros chegaram de volta às suas casas na aldeia, descobriram que suas residências haviam sido incendiadas. Eles entenderam que suas casas foram incendiadas como um sinal para que eles fugissem do lugar.
FonteWorthy News
TraduçãoLucas Gregório

Via: http://www.portasabertas.org.br

Cristolândia: de uma vida de drogas para uma vida com Cristo


Cristolândia: de uma vida de drogas para uma vida com Cristo


O principal objetivo da Missão Batista Cristolândia é falar do amor de Deus e dizer que existe esperança para todos. A estratégia usada pelos missionários é oferecer oportunidade de transformação às pessoas viciadas e em situação de rua através de convites para refeição, banho, corte de cabelo, calçados e roupas limpas, entre outras coisas.
Situada à Alameda Barão de Piracicaba, 509 - Campos Elísios, a Cristolândia tem culto todas as manhãs, às 9hs, às 12hs e à noite, além de vigília às sextas-feiras.
Atualmente a missão conta com uma equipe de aproximadamente 15 pessoas no trabalho. Para que o projeto aconteça, a missão conta doações voluntárias que vão desde materiais de higiene, roupas, calçados, até ajuda financeira. A missionária Elaine Machado explica que, por ser uma entidade sem fins lucrativos, a missão vive de doações que são todas revertidas para o sobrevivência do trabalho social. "Deus tem sido muito bom conosco nos abençoado tremendamente. Ele tem tocado em pessoas para nos sustentar. A cracolândia é um problema social dos mais graves do nosso país, todo mundo sabe a necessidade urgente de resolver. Quanto mais pessoas a gente ajuda, mais parceiros a gente precisa e nós não vamos sossegar até ver aquela cracolândia limpa."
Em entrevista ao GUIAME, a missionária enfatiza o fato de que o projeto busca cuidar do homem como um todo, ou seja, preocupa-se com sua reconciliação com Deus e também dá atenção à saúde física e emocional. "Me sinto realizada, feliz e fazendo aquilo que eu nasci para fazer. Nada melhor do que ver uma vida sendo restaurada", diz Elaine.
 Algumas dessas vidas restauradas resumem seus testemunhos. Confira:

Cleizer Alves de Paulo, 25 anos

Conheci as drogas aos 10 anos de idade e fiquei nela até os 24. Morei na rua, fui preso aos 15 e aos 17 anos. Aos 24 conheci a Cristolândia, conheci Jesus e estou a 1 anos e 3 meses limpo.
A partir do momento que eu conheci a Cristolândia e conheci os missionários, eu ganhei uma família, e o que o dependente químico mais precisa nos momentos difíceis é de uma família que dê carinho e amor, e isso eu encontrei dentro da Cristolândia e foi isso que facilitou para que eu abandonasse a dependência.
Se não fossem os missionários da Cristolândia, eu estaria morto. Por isso que hoje eu tenho muito amor pela obra e faço o que eles fizeram por mim, ajudo pessoas da cracolândia.

Francis Almeida de Oliveira, 35 anos

Até a minha adolescência, 19 anos, eu nem bebia. Não conhecia a Cristo. Tive a oportunidade de conhecer algumas igrejas evangélicas, mas não aceitei a Jesus. A partir  dos 19 anos eu comecei a ir em algumas baladas e comecei a sentir um vazio muito grande dentro de mim, que começou a ser preenchido só por baladas e festinhas. Um ano depois eu comecei a fumar maconha.Com 21 anos eu comecei a usar cocaína, com 22 teve um acontecimento que marcou minha vida, o nascimento da minha filha, e ao invés de melhorar eu piorei e acabei conhecendo o crack.
Tentei parar de usar drogas e não consegui. Minha família tentou de várias maneiras, me levou para vários estados, Nordeste, Espírito Santo, me mandaram para outros países, inclusive Nova Zelândia onde fiquei 1 ano em abstinência.Depois fui pra Inglaterra, fiquei em abstinência, mas acabei reencontrando as drogas em Londres. Aí comecei a participar do submundo, festinhas, raves, ecstase, anfetamina e crack também. Tudo que eu tinha conquistado lá voltou a desmoronar.Meu emprego, estudos, comecei a jogar tudo por água abaixo.
Voltei para o Brasil, vi a família e depois de  anos 5 anos eu pude rever minha filha. Mesmo assim não consegui deixar de usar drogas definitivamente. Comecei a viver entre Espírito Santo e São Paulo. Quando vim pra SP comecei a dar aula de inglês e fiquei quatro meses abstinente dando aula em uma escola de línguas, foi quando eu comecei a tomar cervejinha de novo e tive uma recaída fuminante..
Nessa recaída eu fui parar na cracolândia novamente, após 12 anos, e minha situação foi piorando, em certo momento não conseguia mais pagar minhas contas e fui parar nas ruas, até meu calçado eu vendia para comprar drogas. Achava que não tinha mais jeito, já não ligava mais pra minha família, eles estavam desesperados atrás de mim e eu não ligava de vergonha.
A missão da Cristolândia era bem em frente à feira livre das drogas e, passando em frente, vi que eles estavam tocando louvor, estava tendo vigília, sentei e fiquei lá na frente. Dormi na porta da Cristolândia e quando eles abriram no dia seguinte, eu senti um chamado de que algo poderia mudar se eu entrasse naquele lugar.Entrei e naquele momento comecei a chorar. O pastor pregou, fez o apelo e eu aceitei a Jesus.
Uma semana depois, Jesus já havia transformado minha vida maravilhosamente. Eu ja podia me apresentar pra minha filha de novo, liguei pra minha mãe e ela ficou muito feliz e agora eu também participo do ministério Cristolândia. Agora, cerca de um ano depois, eu participo do ministério como seminarista no resgate daqueles que precisam sair dessa situação.
A partir do momento que aceitei Jesus, toda vez que vou na Cristolândia não sinto aquela abstinência que sentia antes, tremeideira e tal, sinto vontade de tirar aquelas vidas de lá. Achei o trabalho muito bonito e achei que deveria participar disso também, retirando outras vidas de lá. Quando eu vou na cracolândia, as pessoas olham pra mim e veem uma possibilidade de poder sair daquela vida, me reconhecem de quando estava lá junto com ele. Então eles pensam 'se Jesus fez isso na sua vida, Ele pode fazer na minha também'.

Cícero Rogério de Oliveira Alves, 25 anos

Aos 18 anos eu conheci o mundo do crime, das drogas e da prostituição. Por 6 anos vivi escravo das drogas e destrui muitas vidas. Furtei, roubei, machuquei pessoas.
Por 6 anos eu fui escravo de satanás, ele me usou da maneira que quis... Tinha perdido minha esposa, meus filhos. Não vivi na rua, mas ficava mais na rua do que em casa. Roubava minha mãe para alimentar meu vício. Perdi trabalhos, perdi cursos. Se eu tivesse abraçado parte das oportunidades que Deus havia me dado, hoje eu seria alguém na vida. Há 4 meses conheci o projeto Cristolândia através de um irmão da minha igreja. Cheguei a chegar cocaína dentro da igreja.
No começo fiquei assustado porque nunca tinha ido parar em um lugar desses, logo depois, já tinha perdido tudo mesmo, então resolvi ir. Fui determinado em ficar na Cristolândia 4 meses e lá Deus usou um pastor para falar que eu não ia ficar 4 meses, mas um ano no projeto, e eu já entendi que ali não era do jeito que eu queria, mas do jeito que Deus tinha determinado na minha vida.
Tive um encontro verdadeiro com Deus e aceitei a Jesus como salvador da minha vida. Há 4 meses estou firme fora das drogas. Deus vem trabalhando grandiosamente na minha vida. Sinto um prazer de estar na Cracolândia evangelizando, estar resgatando almas para Jesus. Hoje eu sinto necessidade de falar do amor de Deus para as pessoas que não conhecem e nunca tiveram um encontro verdadeiro com Ele.

Por Juliana Simioni

Fonte: GUIAME.COM.BR

Via: www.guiame.com.br

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Ana Paula Valadão nega está sendo sondada pela Globo para apresentar programa Gospel


Nessa ultima Quarta-Feira (26) uma matéria foi destaque no site Na Telinha e em outros sites gospel como, por exemplo, no FamiliaDT.com (Ana Paula Valadão pode apresentar programa Gospel na Rede Globo em 2012).


Respondendo a pergunta de um dos seus seguidores no Twitter, a cantora falou que leu a notícia no site da UOL, mas a Rede Globo não falou nada com ela, "Vamos orar, né?" expõe a Ana. A matéria que causou tanta polemica na boca do povo desde que caiu na net tem por desenvolvimento;


"Hoje, o Diante do Trono faz parte da Som Livre e a participação de Ana Paula Valadão no fim do ano passado no "Domingão do Faustão" chamou atenção da Globo pelo seu carisma e desenvoltura. Ana Paula seria uma das cantoras sondadas pela direção da emissora carioca para apresentar o programa gospel no ano que vem."


Com o som evangélico em destaque e vendendo milhões no mercado fonográfico a Rede Globo poderia pensar bem em investir num programa Gospel para sua grade de programação. Após oFamiliaDT.com publicar a matéria o cantor e também irmão da Ana Paula, André Valadão, twittou para o @FamiliaDT: "Uau já pensou!!?? Seria demais!". Ele e centenas de seguidores do site pareceram bem animados com essa idéia.


@Arthur_Evans
Redação Família Diante do Trono - @FamiliaDT


Fonte: http://www.familiadt.com/

Pregação simples e honesta



Por Vincent Cheung
Antes, renunciamos aos procedimentos secretos e vergonhosos; não usamos de engano, nem torcemos a palavra de Deus. Ao contrário, mediante a clara exposição da verdade, recomendamo-nos à consciência de todos, diante de Deus. (2 Co 4: 2 – NVI)
O motivo, a mensagem e o método de pregação nunca deveriam estar envoltos em mistério. Existem aqueles que igualam complexidade e ambiguidade à profundidade. Pregar é dizer às pessoas tudo o que Deus tem revelado na fé cristã, ou seja, na Bíblia. E nada sobre isso tem necessidade de ser confuso. Como Paulo lembra aos Coríntios, “pois nada lhes escrevemos que vocês não sejam capazes de ler ou entender” (1.13).
Sem dúvida, Pedro observa que algumas coisas nas cartas de Paulo são difíceis de entender, mas ele diz “algumas coisas”, não a maioria ou todas as coisas, e ele diz “difíceis de entender”, e não impossíveis de entender. Ele escreve que pessoas “ignorantes e inconstantes” as distorcem para a sua própria destruição. Visto que os cristãos não devem ser nem ignorantes e nem inconstantes, e visto que eles receberam o mesmo Espírito Santo que os apóstolos receberam, é possível para o crente, pelo menos em princípio, captar tudo o que a Escritura ensina. E não há razão pela qual a nossa pregação devesse obscurecer a clara verdade da divina revelação.
A verdadeira pregação cristã, portanto, deve ser honesta, clara e fácil de entender. Esse é o fundamento de qualquer teoria homilética. E por essa concepção de pregação, todo crente deveria ser capaz de comunicar o Evangelho aos seus vizinhos. Existem, sem dúvida, táticas que poderiam manipular a audiência ou utilizar das personalidades ou experiências dos ouvintes para que se possa ganhar influência sobre eles. Mas uma vez que haja qualquer elemento de engano, todo o exercício não mais funciona em direção à sua meta apropriada.
Não queremos que as pessoas simplesmente se chamem cristãos – não é atrás disto que estamos, afinal; mais que isso, queremos que as pessoas sejam modificadas em seus corações, que acreditem em alguma coisa nova e maravilhosa, e que se tornem cristãos, e que assim se chamem porque o são. Queremos apresentar ao Senhor Jesus, discípulos genuínos e inteligentes, pessoas que compreendem a fé cristã e creem que ela é a verdade, e esse é o único caminho para a salvação e o único estilo de vida.
Pela mesma razão, rejeitamos a violência como um meio de fazer discípulos ou de silenciar os nossos oponentes. Não que a violência seja errada em si mesma. Existe certa confusão sobre isso que enlameia muitas discussões sobre religião e sociedade. Ocasionalmente os cristãos são desafiados pelos seus oponentes com referência às aparentes atrocidades que os santos do Antigo Testamento cometeram contra outras nações. Por que os cristãos endossam esse comportamento no povo antigo, e se eles realmente endossam, por que dizem que isso é inaceitável para a propagação do Evangelho?
Se os cristãos tomarem a suposição infundada de que a violência é errada em si mesma, ficam abertos a todos os tipos de criticismo contra os santos do Antigo Testamento, contra a pena de morte, a legítima defesa, contra o castigo físico na criação de filhos, e daí por diante. Mas todas das críticas contra a fé cristã são defeituosas, e essa aqui não é uma exceção. Deus mandou os santos do Antigo Testamento os povos para que pudessem se apossar da terra prometida, e não para disseminar a fé. Foi algo realizado por uma nação em guerra com outras nações, e não pela igreja como uma entidade espiritual ou por crentes agindo individualmente por conta própria. Deus tinha decidido expulsar os pagãos adoradores de ídolos – as suas falsas religiões eram as verdadeiras atrocidades – e ele cumpriu a sua promessa com referência à terra ao garantir a vitória de Israel. Depois Deus expulsou os próprios judeus, e agora os cristãos são o povo de Deus, e nós não lutamos por uma terra porque o nosso reino é espiritual.
Nesse sentido, a violência dos santos do Antigo Testamento não tem relação com a agenda cristã. Do mesmo modo, quando executamos um criminoso, não se trata de uma tentativa de converter sua alma por esse alto, como se quiséssemos ameaçá-lo à fé. Trata-se de uma questão distinta da pregação do evangelho. Queremos que as pessoas creiam em seus corações, e não que meramente se vistam de uma aparência. Dessa forma, o uso da violência não é somente contra as ordens de Deus, mas é também impotente para obter o resultado que buscamos. O mesmo se aplica ao uso de truques e artimanhas, bajulação e apelos aos desejos pecaminosos dos homens. Ou você deseja a coisa errada, ou você não vai conseguir o que quer por nenhum outro método a não ser o discurso claro e sincero.
Nós apresentamos a mensagem do evangelho como uma questão de verdade e de erro, de justiça e impiedade. Assim, levamos para dentro da mente dos homens que isso é uma questão de certo e errado. Apelamos à consciência deles, e não às suas carteiras ou aos seus apetites e desejos sensuais. A propagação do Evangelho não é uma questão de sutileza na oratória, de manobra política, de relevância cultural ou social. É expressão clara da verdade que pronunciamos diante de Deus e em direção aos homens – não adulterada pela ambição e livre de filosofia humana. Essa obra está aberta a todos os crentes. Qualquer cristão pode falar a alguém sobre o Senhor Jesus Cristo em linguagem forte e honesta, e esperar que o Espírito Santo venha com grande poder e convicção.
Fonte: [ Monergismo ]
Via: [ Ministério Batista Beréia 
]

Conversão - de quem é o mérito?






Diz a Bíblia:

"O fruto do justo é árvore da vida; quem ganha almas sábio é" - Provérbios 11.30.

Uma pessoa avivada espiritualmente, mesmo sem grande conhecimento teológico é cheia de iniciativas evangelísticas. No seu meio social, quando encontra oportunidade propícia, fala sobre o plano da salvação para todas as almas. Em rodas de amigos, em conversas informais, olhos nos olhos. Então, algumas delas aceitam o convite dele e vão à igreja. E nos cultos algumas dessas pessoas convidadas aceitam o convite para servir a Jesus Cristo após ouvir o preletor fazer a exposição da Palavra de Deus. No outro culto, o mesmo preletor usa o microfone e contabiliza o número de pessoas que se renderam ao Senhor por intermédio do seu ministério da pregação.

Quem ganhou essa alma?

Quem participa de todas as etapas de uma conversão é apenas o Espírito Santo e a pessoa que abre o coração para Jesus Cristo.

"Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas. E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros paraevangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo" - Efésios 4:10-13.

Não é necessário ter o título de evangelista para evangelizar. O título nada mais é do que o reconhecimento humano sobre o dom que Jesus dá aos seu servos. Nem todos os evangelistas possuem credencial de igrejas.
Repare bem, frisei cinco funções. E cada uma delas têm finalidade específica.

Os apóstolos (que significa missionários) e os evangelistas são as pessoas que Jesus preparou para anunciar às almas que estão no mundo sobre o amor de Deus e a chance de serem salvas. Elas possuem o dom para fazer isso.

Por sua vez, pastores e doutores são àqueles que Jesus colocou na Igreja para fazer com que todos os convertidos cresçam na fé através do conhecimento da Palavra de Deus.

E os profetas? Eles têm o ministério entre os dois estágios das conversões. Do evangelismo e do discipulado, sendo que a mensagem que ele entrega é dirigida aos apóstolos, evangelistas, pastores, doutores e até para quem seja profeta.

"Eu plantei, Apolo regou mas Deus deu o crescimento" - 1ª Coríntios 3.6.

O apóstolo Paulo mostra que na grande vinha do Senhor não participamos de todas as etapas, desde a evangelização até o amadurecimento de um cristão. Façamos a nossa parte com excelência, seja o evangelismo ou o discipulado.

Os estágios espirituais que as almas passam são da responsabilidade de Deus, é Ele quem dá o crescimento aos que se convertem a Jesus Cristo. O cristão deve lançar a rede com confiança, afinal, está a serviço de Deus.

É preciso lançar redes, com e sem títulos, sem buscar o reconhecimento pessoal aqui na terra. Nenhum cristão deve preocupar-se com os créditos da pescaria. O louvor de homens não têm valor, são como jóias falsas. A recompensa verdadeiramente valiosa nos aguarda no céu.

Enfim. toda Igreja avivada evangeliza, faz missões. Se não houver amor pelos perdidos, se não houver nos cristãos o objetivo de ganhar almas para Deus, o avivamento não é verdadeiramente espiritual, é ajuntamento e emocionalismo coletivo, não é o mover de Deus no meio da congregação.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

CGADB e CPAD promovem 2º Congresso Internacional de Missões





No dias 16 e 17 de novembro, a CGADB e a CPAD promovem o 2º Congresso Internacional de Missões das Assembleias de Deus (2º CIMAD). O evento será realizado na sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Belenzinho (São Paulo), presidida pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa.

Com o tema “O clamor do mundo e a realidade missionária”, o evento promete impactar a todos os participantes e inspirá-los a fazer missões: orando, contribuindo e partindo para o campo missionário.

A divisa da segunda edição do CIMAD é: “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.” (Romanos 10.14-15)

Na programação, os preletores internacionais e nacionais abordarão os temas: como fazer missões na realidade brasileira, a importância do preparo para o futuro missionário, visão missionária das Assembleias de Deus dos Estados Unidos, a realidade dos missionários brasileiros no exterior, o segredo da visão missionária bem sucedida, a realidade missionária na Ásia, situação da América Latina, estratégias para alcançar povos não alcançados, literatura como estratégia para obra missionária, cuidado integral da igreja ao missionário, a responsabilidade missionária da Assembleia de Deus no pós-centenário, entre outras temáticas essenciais para quem quer se preparar para cumprir a Grande Comissão.

2º CIMAD: Ore, divulgue, participe e... Ide!

Serviço:
2º Congresso Internacional de Missões das Assembleias de Deus
Data: 16 e 17 de novembro de 2011
Horário: 8h30 às 21h
Local: Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Belenzinho
Endereço: Rua Conselheiro Cotegipe 273 – Belenzinho. São Paulo - SP

Mais informações pelos telefones (21) 2406-7400 ou (21) 2406-7352.

Fonte: http://www.cpadnews.com.br

NIGÉRIA - Cristã mãe de cinco filhos é morta



Soldados nigerianos convocados para conter conflitos religiosos entre jovens muçulmanos e cristãos, na semana passada, atiraram e mataram uma mãe cristã de cinco filhos na área de Bauchi, de acordo com fontes da família e da igreja.
Os soldados foram chamados para restaurar a calma, após os combates que eclodiram em uma partida de futebol na quinta-feira (20 de outubro). Depois, três soldados muçulmanos atiraram e mataram Charity Agostine  Agbo e um menino cristão.
“Não havia nenhuma razão justificável para que os soldados disparassem contra a mulher”, disse o reverendo Lawi Pokti, presidente da Associação Cristã da Nigéria (CAN), no estado de Bauchi.
Pokti confirmou o inicialmente relatado disparo contra o garoto,  que, segundo disseram, foi ressuscitado em um hospital.
Augostine  Agbo, marido da mulher assassinada, disse aos repórteres que os três soldados atiraram em sua esposa depois de terem invadido sua casa, que se localiza em Lagos, na área de Yelwa.
“Três soldados chegaram em um veículo com uma sirene estridente, assustando todos nós, que corremos para nossas casas. Quando entramos, trancamos a porta, mas eles a arrombaram e  atiraram duas vezes em minha esposa.”
Agbo relatou os disparos ao comandante do exército e seus soldados mais tarde vieram até a sua casa para levar sua esposa para uma clínica da região que é de propriedade da Igreja de Cristo na Nigéria, disse ele.
 
FonteCompass Direct
TraduçãoLucas Gregório

IGREJA NO KANSAS TEM ORAÇÕES E MÚSICA 24 HORAS POR DIA DESDE 1999

A música de adoração é tocada por bandas ao vivo, sem pausa, dia e noite, desde maio de 1999. Vozes chamando por Jesus ou rogando a Deus para ajudar vítimas do furacão ou fazer passar no Congresso a proibição do aborto são ouvidas em um auditório que é o coração físico e espiritual da Casa Internacional de Oração, um ministério cristão que está rapidamente se tornando um movimento.

Fundada há 12 anos por Mike Bickle, um pastor evangélico autodidata, com um grupo de 20 fiéis, a Casa Internacional de Oração, localizada em um shopping center antigo do Kansas, hoje atrai dezenas de milhares de fiéis para suas reuniões.

Um quadro totalmente dedicado de 1 mil funcionários, chamados de missionários, desistiram de suas carreiras para se mudar para o local, vivendo de doações e passando várias horas por dia na sala de oração para deleitar-se com o que eles descrevem como uma comunicação direta com Deus.

Outros mil estudantes frequentam a escola bíblica adjacente, preparando-se para espalhar essa marca fervorosa do cristianismo.

A sala de oração sempre cheia e a comunidade devota crescendo em torno dela estão no epicentro de uma rede nacional pouco conhecida, mas em expansão: dezenas de grupos que estão praticando a oração perpétua de uma forma raramente vista na América moderna, disse Marcus Yoars, editor da revista evangélica Carisma.

Bickle recebeu elogios de muitos evangélicos, mas também tem sido criticado por alguns pastores pelo que eles descrevem como uma teologia não-ortodoxa e atmosfera de culto - acusações de que Bickle rejeita.

Mas muitos jovens seguidores disseram ter sido atraídos pela sensação de comunhão com Deus e de ter dado pouca atenção a questões como essas.

Os funcionários e alunos aqui são obrigados a passar pelo menos 25 horas por semana na sala de oração, e eles também fazem jejum semanal por um dia ou mais. A adoração contínua, segundo Bickle, afeta eventos do mundo real, enfraquecendo os demônios e fortalecendo os anjos que giram entre nós. Mais importante, diz ele, os encantamentos, multiplicados em todo o mundo, podem ajudar a acelerar a chegada do tão esperado dia do juízo final.

A Casa Internacional de Oração é “um exemplo importante“ da proliferação das igrejas carismáticas, disse Catherine C. Bowler, historiadora religiosa da Escola de Teologia da Universidade de Duke.

De megaigrejas com dezenas de milhares de membros aos ministérios mais intensos e incomuns, como os de Bickle, essas igrejas, que praticam a cura pela fé e da canalização do espírito, constituem um dos segmentos de mais rápido crescimento no cristianismo americano, atraindo milhões de seguidores.

Fonte: Último Segundo

Via: http://www.editoraatos.com.br

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

LOGO EU, UM MISSIONÁRIO ?!

Pr. Abner - http://www.missoesadmadureira.com.br

Somos abundantemente abençoados, como resultados do batismo com o Espírito Santo, como cumprimento da promessa de Jesus em Atos 1:08: "Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra". Só que, não podemos nos esquecer que nessa promessa de Jesus, há também uma séria exigência para todos nós: ser testemunha de Jesus. Necessário se faz observar que, nessa exigência de Jesus, Ele usa as expressões: ''tanto em, como...". O que é que isso significa ?
Jerusalém significava a cidade; enquanto a Judéia significava o estado; enquanto Samaria significava o conjunto que completava o país inteiro, isto é, toda a Palestina, desde Dã até Berseba. Trazendo para nós, hoje, nosso compromisso missionário é em nossa cidade (Rio de Janeiro), em nosso estado (Estado do Rio de Janeiro), em nosso país (Brasil) e até os confins da Terra. Mas é bom observar que Jesus não mandou evangelizar primeiramente toda a cidade, para só depois evangelizar o Estado, só depois evangelizar o país e só depois evangelizar o resto do mundo.
Jesus mandou evangelizar a cidade, o Estado, o país e o resto do mundo, tudo ao mesmo tempo. Não podemos negligenciar o resto do mundo, se estamos evangelizando Madureira. Existe urgência na Obra Missionária. Por isso mesmo, sem perda de tempo, temos que alcançar o Mundo inteiro.
"Logo eu, um missionário ?!" Herdamos de Adão e Eva a síndrome de transferir responsabilidades. Durante toda a história da humanidade, cada pessoa sempre se desculpa dos pecados cometidos e das responsabilidades a serem assumidas, tentando sempre transferir tudo o que puder, jogando nas costas dos outros.
Por amor de Deus, ninguém faça isso com a Obra Missionária !!! Cada um assuma diante de Deus sua responsabilidade pessoal de orar por missões, contribuir financeiramente para missões, pregar missões e ir ao
campo missionário. Faça isso de qualquer jeito que puder!
E que Deus nos abençoe!

Pastor missionário americano é detido por autoridades na Índia



O Pastor William Lee, preso pela polícia da Índia por supostamente violar as normas e leis do visto, foi levado à Faculdade de Medicina de Thirssur após se queixar de dores no peito. O pastor já tinha avisado que estava com dificuldade de respirar.
Lee foi preso depois que a polícia realizou uma varredura em todo o Estado atrás de materiais cristãos. A polícia disse que Lee tinha desaparecido do local onde fora encontrado, quando foi determinado que ele deveria deixar o país. O pastor foi preso em um resort.
Segundo a polícia, Lee havia violado as normas do visto indiano através de uma convenção musical que estava acontecendo em Jawarharlal Nehru, no International Stadium em Kaloor, em Kochi. O pastor Lee tinha desaparecido junto com o evangelista Ron Kenolly e uma mulher associada.
O Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC), em um comunicado, condenou o que chamou de “barragem seletiva”, dizendo que centenas de turistas estrangeiros visitam a Índia e se envolvem em programas religiosos e públicos, sem sofrer qualquer restrição ou objeção.
“Os relatos de várias fontes indicam também que o pastor William Lee estava sendo caçado e considerado um terrorista pelas autoridades indianas. Mas ele só estava organizando um projeto musical”, disse a GCIC.
“Aqueles que entram com vistos de turismo estão proibidos de participar de qualquer sessão de oração. Mas, então, essas normas só se aplicam às orações cristãs? Os Bhajans e outras religiões estão isentas de ser reguladas pela lei nesse sentido?”, questiona um grupo de defesa de minorias religiosas.

Fomte: http://www.adiberj.org

LANÇAMENTO DO MEU LIVRO, EM BREVE

Postagens Recentes